sábado, 17 de fevereiro de 2018

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Um Pouco sobre Yemanjá e Suas Filhas

Hoje, 2 de fevereiro é dia de Yemanjá pelo sincretismo com Nossa Senhora dos Navegantes, essa celebração é mais popular na Bahia e entre os praticantes do Candomblé, eu mesma não costumo celebra-la nesta data, principalmente porque na região onde moro há uma grande festa à Yemanjá no 8 de dezembro. Maaas sempre acabo fazendo um agradinho a Ela nesta data também, por isso decidi falar um pouquinho dela, que para quem não sabe é a minha mãe. J

Carrego Yemanjá e também sua filha Oxum, e dizem mesmo que uma não anda sem a outra, geralmente...

Imagem: Arte caribenha representando Yemanjá esculpida em madeira.
Retirada do "Pinterest".
Ser filha das águas não é fácil num mundo tão hostil, porque às vezes somos um transbordo de emoções sim, e ainda mais para quem é mulher e já é socialmente julgada de “sensível demais”, “histérica” e outros adjetivos nada acolhedores.

Mas engana-se quem pensa que emoção é só amor e tristeza, pois a raiva também é uma emoção e muitas vezes as filhas das águas podem ser muito reativas e combativas, como as águas mesmo, que ora são serenas, ora são bravas, ora são profundas, ora são rasas, ora te levam, ora te trazem, ora te banham e ora te tragam.

Especialmente falando de Yemanjá, sinto que ela possui uma abrangência maior do que Oxum, isso não significa ser melhor ou pior e nem níveis de grandeza, mas Yemanjá é mais velha, mais experiente e pouco menos impulsiva do que Oxum, Yemanjá já não é tão mais vaidosa, mas Yemanjá ainda é sim sensual, ou vocês acham que mãe só dá leite e troca fraldas?

Enquanto Oxum é a moça, a experiência e a descoberta da juventude, a Deusa Jovem e Amante, Yemanjá já vive a plenitude, é a mulher que domina os mistérios do Sagrado Feminino, a Deusa Madura que está pronta para se unir ao Sagrado Masculino e criar!

Yemanjá é a maturidade sexual, o seio familiar, o sacerdócio, a compaixão, a fertilidade, a fartura, o cuidado e também a proteção.


Como Yemanjá se tornou Orixá?

Segundo uma lenda Yorubana, Yemanjá era filha de Olokun, que em algumas lendas dizem ser homem e em outras dizem ser mulher, bem eu acredito que seja mulher, uma ancestral do mar. Resumindo a lenda, diz-se que Olokun deixou com ela um frasco com uma poção mágica que só deveria ser usada em caso de necessidade. Um dia Yemanjá concordou se casar, com a condição de que seu marido nunca zombasse de seus grandes seios, pois ela já tivera muitos filhos, e certa vez seu marido chegou bêbado e zombou dos seus grandes seios, então Yemanjá se revolta e quebra o frasco da poção mágica recebida de Olokun, imediatamente ela se transforma num rio que corre para o mar e Yemanjá vai morar para sempre com sua mãe.

Uma saudação Yorubá costuma dizer “Odoyá (Mãe do Rio), Ela não volta mais”. Yemanjá é o puro feminino, por isso ela não volta mais, Yemanjá “encantou”, Yemanjá quando volta para sua Deusa Mãe É então a própria Deusa, Yemanjá é Olokun, Yemanjá é a Deusa do Mar, conhecida por ser a Mãe da Vida e da Nutrição, daí ser a mãe dos peixes, do alimento, e em última análise, da prosperidade também.

Essa é apenas uma das lendas conhecidas sobre Yemanjá.

Que Yemanjá esteja sempre lhe trazendo VIDA! Odoyá!

Deusas similares de outros panteões: Afrodite, Atargatis, Vênus, Lakshmi, Mama Cocha, etc.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Super Lua Azul em Leão com Eclipse Lunar - Como aproveitar a energia?

É hoje, pessoal! A tão esperada Super Lua Azul em Leão, com eclipse lunar total e, não nos esqueçamos, véspera de Sabá! Para quem celebra a roda sul, como eu terá Lammas e para quem celebra a roda norte, Imbolc!
Vamos descobrir como aproveitar a energia desse evento poderoso?



Lua Cheia

Começando pela Lua Cheia, que representa poder, totalidade, fertilidade... e já é muito utilizada na bruxaria e no xamanismo para rituais de amor, de prosperidade, e tudo aquilo em que precisamos de um poder extra, uma magia forte, senão que a própria Lua sempre foi sinônimo de magia, a Lua É a Deusa, e a Lua Cheia é Deusa Mãe, então também é uma boa lua para tratar de questões familiares.

Lua Azul 


Falando mais especificamente do evento conhecido por "Lua Azul", ou seja, a segunda Lua Cheia do mês, está circulando um texto por aí dizendo que não é nada demais porque o calendário civil não corresponde à realidade, Ok. Vamos desmistificar, é importante, no entanto grande parte senão todo o ocidente se baseia no calendário civil há cerca de 2.000 anos, está no inconsciente coletivo da humanidade POR CERCA DE 2.000 ANOS, é a forma como nosso cérebro aprendeu a compreender o tempo, desde nossas vidas passadas e está na memória dos nossos ancestrais. Imagine que existem intramundos, e a maneira de se pensar o tempo é como um intramundo, uma realidade ou dimensão mental em que existimos, então uma segunda Lua Cheia no mês causa sim um impacto porque está no subconsciente das pessoas, ou seja, esta Lua possui um poder maior de realização, porque co-criamos com o Universo e "co-criamos" nossa ideia de tempo há cerca de 2.000 anos atrás e somos influenciados por ela tanto positivamente como negativamente.

Super Lua


A Super Lua é o evento quando a Lua que está bem mais próxima da Terra, uma vez que a Lua possui magnetismo e por isso rege todo o nosso ecossistema, ela está nos influenciando ainda mais, repare nas flutuações de humor que podem estar tendo hoje pois ela influencia principalmente nossas emoções e psique, então hoje ela está com um poder maior sobre nós e caso não saibamos utilizar este poder em nosso favor, acabamos à mercê dele, sem compreender o poder que está a nos envolver neste momento.

Lua em Leão

Leão rege principalmente nossos talentos, nossa capacidade de expressão, especialmente a artística e também nosso dom de generosidade, por ser do elemento fogo tem a ver também com o poder espiritual, a concretização e a iniciativa, Leão enche nossa autoestima, nos enche de coragem e de vontade de pôr a cara no Sol, então hoje o que a Super Lua Azul está intensificando são nossos talentos, especialmente aqueles dons a serem compartilhados com o próximo, está ampliando nossa capacidade de realizar coisas grandes, ideal para iniciar aquele projeto tão sonhado, ou para dar "up" naquele projeto que está paradinho, mas que você acredita.

*Não sou especialista em astrologia, por isso recomendo consultar em sites de astrologia também, isto é apenas uma base.

Eclipse Lunar Total

Por fim, falando do eclipse, há quem esteja dizendo que é um planeta se sobrepondo ao outro, mas eu vejo por outro ponto de vista, planetas não se sobrepõe um ao outro, porque o universo não existe de forma linear, eles coexistem num infinito tão grande que há espaço para todos, ECLIPSE É ALINHAMENTO! Sol, Lua e Terra estão em perfeita sintonia, é um momento onde conseguimos desembaraçar situações, desenrolar o que estava enrolado, tomar uma decisão definitiva, equilibrar, literalmente. O Sol é a sua natureza mais externa, aquilo que você projeta, a Lua é a sua natureza íntima, seus sentimentos e pensamentos, e a Terra é a sua ancestralidade e também representa o seu corpo físico, então entenda o eclipse como o perfeito equilíbrio entre quem e como você se expressa para o meio, seus sentimentos e desejos mais profundos e mais verdadeiros, e a sua missão na Terra, assim como sua ação no plano material. Corpo, mente e espírito. Jovem, mãe e anciã. Mãe, Pai e Filho. É o triângulo, a trindade da magia (intenção, ritual e materialização).

Véspera de Lammas (ou Imbolc)

Precisa dizer mais alguma coisa sobre o poder desse dia? Sim, é um Esbá (plenilúnio) e é véspera de um sabá, se você celebra Lammas que é o rito da primeira grande colheita, irá utilizar esse poder amplificado também no sentido de fartura e prosperidade, e também do compartilhamento, o sentimento de solidariedade.
E se você celebra Imbolc, é um sabá de agradecimento e também de crescimento, de progresso, ainda não a realização em si, mas os projetos, as ideias, o plantio, os primeiros brotos, os primeiros passos acaba sendo também propício ainda que não para colocar a "mão-na-massa", mas para colocar as ideias no papel pelo menos, e agradecer pela luz que aqueceu no inverno e garantiu a sobrevivência na parte escura do ano (é por isso que não consigo celebrar a roda norte, se os Sabás são celebrações solares eu acredito que elas têm que fazer sentido com o movimento do Sol, mas essa é só mais uma reflexão).


Enfim, pessoal, é isso, não vou passar nenhuma receita pronta hoje porque tem bastante material online sobre plenilúnios e sabás, inclusive você pode ler aqui algumas sugestões que eu dei em artigos anteriores sobre outras Super Luas que tivemos.



Boa Lua para todos nós! Aho! Axé! Namastê